Programa de Educação Financeira incentiva menores a poupar

No âmbito da Semana Global do Dinheiro, promovida pelo Banco Nacional de Angola (BNA), em parceria com a internacional Child & Youth Finance, estão a ser discutidas, desde ontem, em Luanda, vários temas referentes à gestão de finanças e poupanças

POR: Brenda Sambo

O governador do Banco Nacional de Angola disse que mais de 300 mil estudantes, na sua maioria adolescentes e jovens, foram formados em educação financeira, através de uma parceria com o Ministério da Educação. José de Lima Massano, que falava, ontem, em Luanda, na cerimónia de abertura da Semana Global do Dinheiro, lembrou que desde o início do programa de inclusão financeira em 2011, até ao presente ano económico, foram criadas várias contas “Banquita”, um facto que permitiu o acesso de milhares de cidadãos ao sistema bancário. Actualmente, a taxa de bancarização está acima dos 52 por cento da população adulta.

O gestor sublinhou, igualmente, que desde 2012, altura em que foi lançada a nova família do Kwanza, o banco constatou a necessidade de incluir o programa de educação financeira nas escolas. A decorrer até Domingo, sob o lema “Dinheiro importa sim”, a Semana Global do Dinheiro vai analisar, entre outros temas, o “Empreendedorismo” e “A gestão de finanças pessoais”. O evento juntará acima de 90 crianças e jovens de diversas escolas da cidade capital, com o propósito de introduzir nos mais novos conhecimentos sobre poupanças e gestão de finanças entre os mais novos.

Sobre o evento

A “Global Money Week” teve início em 2012 como “Child Finance Day/Week” (Dia/Semana de finnanças para crianças), e desde então alterou a vida de 7,8 milhões de crianças e jovens, com a parceria de 23.700 organizações espalhadas em 137 países. A “Child & Youth Finance International” (CYFI) é uma organização não lucrativa (ONG), sediada nos Países Baixos, Amesterdão, fundada em 2012 por Jeroo Billimoria. A CYFI trabalha com parceiros em mais de 137 países, visando contribuir para a educação financeira de crianças e jovens em todo o mundo. Dinamiza o maior movimento de sensibilização mundial para a importância da formação e inclusão financeira dos jovens – “Global Money Week”.