loader

general defende incrementos nas metodologias de ensino

O General David Catata considerou o instituto de Defesa nacional um elemento importante para o desenvolvimento da defesa e como contribuição de tomadas de decisão politicas. o pronunciamento foi feito ontem, em luanda, quando discursava na cerimónia de abertura do ano pedagógico do instituto de Defesa nacional (IDN)

POR: Iracelma Kaliengue

O general deseja, para o ano que agora começa, novos conteúdos e melhoria na planificação pedagógica, apelando à introdução de novas metodologias de formação, tendo em conta a actual conjuntura do país. Sublinhou ainda que o IDN tem como missão principal o apoio à formulação do pensamento estratégico nacional, assegurando o estudo, a investigação e a divulgação das questões de segurança e defesa, tendo afirmado ser necessário mentalidades abertas, conhecimentos actualizados, disponibilidade e espírito de iniciativa para que possam ser ultrapassados os obstáculos com eficácia.

Disse ainda que o Instituto, no cumprimento da sua vocação, procura promover o conhecimento aprofundado dos problemas de segurança e da defesa nos planos nacional e internacional e, por este facto, afirmou que “ a componente humana é prioritária nas acções e por esse motivo é imperioso trabalhar em sintonia com as legítimas aspirações dos militares e habilitar os cidadãos a pautar por uma consciência cívica e patriótica” Ainda no âmbito da formação, o general disse que o Instituto de Defesa Nacional deve prosseguir com as tarefas de pesquisa, estudo e divulgação das questões relacionadas com a defesa nacional, criando em todos os cidadãos o sentimento da importância que esta instituição possui.

Entretanto, afirmou ser necessário criar metodologias de divulgação de informação, espaços de reflexão e de debate sobre a problemática da segurança e da defesa nacional de modo a despertar o interesse do angolano, que deve sentir-se acima de tudo um patriota Já o director geral do IDN, Vice- Almirante José Maria de Lima, salientou que, tendo em conta as especificidades da instituição, a mesma tem promovido cursos para incutir na mentalidade dos jovens a importância da Defesa Nacional como elemento prioritário do Estado. Deu a conhecer que as acções formativas têm como finalidade valorizar e esclarecer a juventude e os demais segmentos da sociedade, incluindo membros das Forças Armadas Angolanas (FAA), sobre o lugar da Defesa no conjunto dos problemas nacionais.

Neste contexto, referiu, o Instituto propõe vários desafios que têm como base a variedade de questões relacionadas com a segurança nacional e a defesa da soberania do país. “Espero que as acções formativas contribuam para o aprofundamento de uma cultura de Defesa que ajude a transformar os cidadãos instruídos, a responder aos desafios do presente e do futuro, principalmente no domínio das missões estratégicas do país, para a sua preservação”, sublinhou. Deu a conhecer que o IDN vai levar a cabo acções formativas dentre as quais: Cursos de Auditores de Defesa Nacional, Jornadas de Defesa Nacional para Jovens, conferências e seminários, colóquios, e mesas redondas, todos com uma abordagem portadora de elementos fundamentais da Política de Defesa Nacional.

Últimas Notícias