loader

Petro tem 90 minutos para chegar a outra fase

Na cidade de Joanesburgo, na África do Sul, os petrolíferos defrontam hoje o Supersport United, em partida a contar para a penúltima eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça Nelson Mandela

POR: Sebastião Félix

O Petro de Luanda procura hoje, na África do Sul, a qualificação para a última eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça Nelson Mandela. Na cidade Joanesburgo, a equipa angolana mede forças com o Supersport United, em partida referente à segunda mão dos primeiros 16 avos-de-final, às 16:00. Em Luanda, no Estádio 11 de Novembro, o embaixador angolano empatou sem golos com o adversário da pátria de Nelson Mandela. Deste modo, os pupilos do técnico Beto Bianchi têm 90 minutos para regressar com a qualificação na bagagem.

Por isso, conta com a contribuição do médio Job, recuperado da lesão, para apoiar o ataque comandado por Thiago Azulão. Este, no Campenato Nacional, já escreveu por três vezes o seu nome na lista dos melhores marcadores. Aliás, Beto Bianchi adiantou que vai apostar no ataque, uma vez que o resultado está, teoricamente, ao seu alcance. Os petrolíferos, antes de partirem para o palco da competição, corrigiram o que esteve mal no primeiro jogo. Pretendem marcar mais golos e não sofrer, uma vez que o adversário mostrou algumas fragilidades no seu sistema defensivo.

O técnico Beto Bianchi diz que é sempre importante respeitar os adversários, porque os jogos não são iguais. “O Supersport em casa pode mudar de atitude, por isso estamos preparados para o desafio”, adianta o treinador. O Petro de Luanda, nas preliminares, deixou para trás o Security do Malawi, batendo na primeira e segunda mão. Lama, Gelson, Tresor, Carlinhos, Elio, Manguxi, Dennis, Diney, Maludi, Tony, Mira, Wilson, Pedro, Job, Tiago Azulão, Herenilson, Ari e Nadinho são os convocados.

 

Últimas Notícias