Mais de USD 18 milhões investido no projecto “Água para Todos”

Mais de 20.000 habitantes de 12 aldeias da Província de Malanje vão beneficiar de novos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água

Doze localidades em sete municípios da Província de Malanje, num total de mais de 20 mil habitantes, passarão a ter água potável nas residências, após a conclusão da construção de novas infra-estruturas de abastecimento de água naquela província, no âmbito do Programa Água Para Todos.

Ao todo, o programa já consumiu USD 18 milhões. O prazo de execução das obras, a cargo da Owini, a unidade de pro-jectos de água do Grupo Mitrelli, é de cerca de 18 meses. Kahuce Kamongua, no município de Malanje, deverá ser a primeira aldeia a inaugurar o novo sistema de abastecimento de água potável, num prazo de três meses.

Desenvolvido pelo Ministério da Energia e Águas (MINEA), o Programa Água Para Todos, do Executivo angolano, conta com a parceria técnica da Owini, responsável pelos trabalhos de construção de novos sistemas de abastecimento de água tratada em Malanje e noutras províncias do país, incluindo a captação, tratamento, transporte e distribuição de água.

Segundo Fernando Ferreira, director de Comunicação e Imagem do Grupo Mitrelli, as novas infra- estruturas incluem sistemas de captação, tratamento e transporte de água, chafarizes, unidades combinadas de chuveiros e lavandarias, tanques de lavagem de roupa, chuveiros e torneiras, e ainda ligações a edifícios públicos.

As aldeias que passarão a beneficiar de água potável no âmbito deste projecto são, no município de Malanje, a Kahuce Kamongua, a Camibafo, Carianga, e Kalumuxito, Sautari. Já no município de Kirima, a Munhungua N’zamba (Major Kanhangulo); no município de Cacusso, a Banje Angola (Ngola Bande), Cambo Sunjinji e Micanda; no município de Cahombo, a Zenza; no município de Massango, a Ginga Izambo; no município de Kangandala e o Sector de Kacualo, no município de Kiwaba Nzoge.

Apenas 22 por cento das famílias angolanas tem água canalizada Numa altura em que se comemorou, ontem, o Dia Mundial da Água, é importante informar que hoje, 2,1 mil milhões de pessoas no mundo não têm acesso a água potável.

Em Angola, segundo os dados do Inquérito de Indicadores Múltiplos da Saúde, pouco mais da metade dos agregados familiares (53%) tem acesso a fontes de água apropriada para beber, sendo 67% nas áreas urbanas e 32% nas áreas rurais.