loader

Mais de USD 18 milhões investido no projecto “Água para Todos”

Mais de 20.000 habitantes de 12 aldeias da Província de Malanje vão beneficiar de novos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água

Doze localidades em sete municípios da Província de Malanje, num total de mais de 20 mil habitantes, passarão a ter água potável nas residências, após a conclusão da construção de novas infra-estruturas de abastecimento de água naquela província, no âmbito do Programa Água Para Todos.

Ao todo, o programa já consumiu USD 18 milhões. O prazo de execução das obras, a cargo da Owini, a unidade de pro-jectos de água do Grupo Mitrelli, é de cerca de 18 meses. Kahuce Kamongua, no município de Malanje, deverá ser a primeira aldeia a inaugurar o novo sistema de abastecimento de água potável, num prazo de três meses.

Desenvolvido pelo Ministério da Energia e Águas (MINEA), o Programa Água Para Todos, do Executivo angolano, conta com a parceria técnica da Owini, responsável pelos trabalhos de construção de novos sistemas de abastecimento de água tratada em Malanje e noutras províncias do país, incluindo a captação, tratamento, transporte e distribuição de água.

Segundo Fernando Ferreira, director de Comunicação e Imagem do Grupo Mitrelli, as novas infra- estruturas incluem sistemas de captação, tratamento e transporte de água, chafarizes, unidades combinadas de chuveiros e lavandarias, tanques de lavagem de roupa, chuveiros e torneiras, e ainda ligações a edifícios públicos.

As aldeias que passarão a beneficiar de água potável no âmbito deste projecto são, no município de Malanje, a Kahuce Kamongua, a Camibafo, Carianga, e Kalumuxito, Sautari. Já no município de Kirima, a Munhungua N’zamba (Major Kanhangulo); no município de Cacusso, a Banje Angola (Ngola Bande), Cambo Sunjinji e Micanda; no município de Cahombo, a Zenza; no município de Massango, a Ginga Izambo; no município de Kangandala e o Sector de Kacualo, no município de Kiwaba Nzoge.

Apenas 22 por cento das famílias angolanas tem água canalizada Numa altura em que se comemorou, ontem, o Dia Mundial da Água, é importante informar que hoje, 2,1 mil milhões de pessoas no mundo não têm acesso a água potável.

Em Angola, segundo os dados do Inquérito de Indicadores Múltiplos da Saúde, pouco mais da metade dos agregados familiares (53%) tem acesso a fontes de água apropriada para beber, sendo 67% nas áreas urbanas e 32% nas áreas rurais.

Últimas Notícias