loader

Operação multinacional Obangame Express 2018 incia-se em Ponta Negra

O exercício multinacional Obangame Express 2018 iniciou-se Quinta-feira em Ponta Negra, no Sul do Congo, com a participação de mais de vinte países, com vista a melhorar a cooperação regional e sensibilização ao domínio marítimo, anunciou no mesmo dia a Rádio Pública.

A operação decorre nesta cidade congolesa, pólo económico e industrial do Congo, sob a á egide do Comando Americano para África (AFRICOM), com o apoio de outras potências e instituições regionais, de acordo com a mesma fonte. Nela participam muitos Estados parceiros de África e forças de outros países, designadamente Angola, Bélgica, Benin, Brasil, Camarões, Cabo Verde, Congo, Côte d’Ivoire, Dinamarca, França, Gabão, Alemanha, Ghana, Guiné, Libéria, Marrocos, Países Baixos, Nigéria, Noruega, Portugal, São Tomé e Príncipe, Senegal, Serra Leoa, Espanha, Togo, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos.

O exercício multinacional Obangame, que significa “união” na língua dos Fang, grupo étnico da África Central, permitirá às forças presentes trocarem informações práticas, melhorarem as suas competências tácticas no domínio da intercepção e reforçarem, de modo geral, as capacidades do Golfo da Guiné e da África Ocidental para combater actividades ilícitas.

O chefe do Estado-Maior da Marinha Nacional Congolesa, o capitão René Nganongo, sublinhou a importância destas manobras, que terminarão a 29 de Março corrente, face a ameaças de insegurança marítima persistentes, cujo impacto é prejudicial às economias nacionais dos países do Golfo da Guiné.

Últimas Notícias