loader

Militantes aconselhados para uma boa interpretação das autarquias locais

O primeiro secretário do MPLA no município de Cambambe, província do Cuanza-Norte, Adão António Malungo, apelou Sábado,24, no Dondo, os militantes do partido a serem perspicazes na interpretação do novo figurino de governação, com a implementação das futuras autarquias locais

Falando num acto de massas inserido na jornada “Março mulher”, o político disse que tal modelo de governação em muito contribuirá para a aproximação dos serviços sociais básicos às populações, a quem caberá a escolha directa dos futuros dirigentes locais, sendo por isso mais uma ocasião para o partido testar a sua acção.

Precisou que o MPLA irá concorrer em pé de igualdade com os outros partidos na indicação dos seus candidatos, sendo para isso necessário os partidários perceberem, de facto, a complexidade do processo autárquico.

“Em momento algum as vitórias são alcançadas sem sacrifício, para isso é necessário aumentar os níveis de organização e de interpretação dos contextos, só assim o MPLA continuará a vincar a sua acção governativa”, frisou.

Neste sentido, continuou, os militantes são chamados a discutir com profundidade sobre a matéria, ao mesmo tempo que devem mudar a sua conduta, tornando-se pessoas exemplares no seio dos diferentes extractos da sociedade.

Após lembrar o “peso eleitoral” da camada feminina nas eleições gerais de 2017 e nos pleitos anteriores, o orador disse que o MPLA espera nas primeiras eleições autárquicas maior protagonismo das mulheres, e, desta forma, continuarem a apresentar-se como o maior braço do partido em todas as esferas.

O acto decorrido no bairro Cerâmica contou com cerca de setecentos participantes, entre eles o deputado à Assembleia Nacional pelo círculo provincial do Cuanza Norte, José Alberto Quipungo.

Últimas Notícias