loader

Fórum de oportunidades do Namibe com 240 participantes

As potencialidades da província do Namibe serão apresentadas amanhã, 31 de Março, no primeiro Fórum de Oportunidades da província, promovido pelo Governo local que conhecerá a presença de representante do Kenya, Rwanda, Namíbia e África do Sul

Texto de: Miguel Kitari

O Governo provincial do Namibe inscreveu 240 pessoas para o Fórum de Oportunidades e Investimentos, que terá lugar amanhã, na cidade de Moçâmedes, onde receberão informes sobre as oportunidades e vantagens de investir na província.

Os inscritos são empresários das províncias da Huíla, Namibe (anfitriã) e de Luanda, que investem e procuram investir na região. No Fórum, estarão também representantes da Câmara de Comércio Angola-China, da Associação Industrial de Angola (AIA), África do Sul, Namíbia, Rwanda e Kenya, cujas presenças vão dar um cunho internacional ao certame que terá lugar na Academia de Pescas e Ciencias do Mar.

A realização da conferência emerge da necessidade de oferecer visibilidade às oportunidades de negócios existentes na província, através de uma plataforma de diálogo aberta, especialmente com investidores nacionais e estrangeiros. Vice-governador do Namibe e porta-voz do evento, António Chitongo fez recordar que o país enfrenta uma crise económica e cambial desde finais de 2014, decorrente da quebra para metade nas receitas com a venda de petróleo, que garante mais de 95% das exportações nacionais.

“A criação de sinergias para mudar o estado de coisas, do ponto de vista global, deve partir de acções concretas e à luz das características e realidades de cada região”, alertou.

O governante referiu ainda que, “com a realização da conferência, pretende-se informar os investidores sobre a abertura do Governo da província em relação aos desafios da diversificação, assim como as oportunidades concretas existentes na província”, enfatizou.

António Chitongo sublinhou que a estratégia do Executivo do Namibe está alinhada com as prioridades definidas pelo Governo Central, que consistem em despertar os potencias investidores, tirando vantagens da posição estratégica da província como centro logístico do corredor do Sul de Angola, entre outras vantagens particulares.
Potencialidades do namibe Entre o mar e o deserto, a província do Namibe é uma potência no turismo nacional e regional, atraindo muitos visitantes essencialmente provenientes da África do Sul e da Namíbia.

As pescas é outro sector com muito potencial, cujo principal centro de captura situa-se no Tombwa, a sul de Moçâmedes, capital da província. As rochas ornamentais ainda estão por explorar. Com um porto e um caminho-deferro no activo, o Namibe tem potencialidades para tornar-se um pólo de desenvolvimento na região sul do país.

Últimas Notícias