loader

Editorial: Dia “D” de combustíveis

A Huíla conhece hoje as sentenças de um julgamento dos mais mediáticos da sua história. Mas é também um caso que interessa a todo o país, que seguiu atento ao desenrolar do julgamento e espera que daí venha um sinal claro de que se faz justiça em Angola, quer se iliba, ou se condene os réus. Nesta fase nova de combate à corrupção, o que se pretende não são justiceiros, mas sim a justiça baseada na lei. Os crimes sobre os quais foram julgados os réus do Caso Combustíveis são graves, não apenas pelas acusações que sobre eles pesaram, de associação criminosa, peculato, roubo, etc., mas sobretudo porque há que contar nisto tudo o envolvimento de altas patentes policiais e também as consequências das suas acções, que prejudicaram grandemente a vida de milhões de pessoas.Hoje espera-se da Huíla um sinal, pode confiar na justiça.

Últimas Notícias