loader

Análise Diária: Crédito líquido à Administração Central fixou-se em Kz 2.971,99 mil milhões em Fevereiro

 O aumento apurado em Fevereiro representa um incremento de 150% face ao período homólogo

Por: Banco Atlantico

ESPAÇO ANGOLA

• A base monetária em moeda nacional, que serve de instrumento da Política Monetária do BNA, variou 2,57% em Fevereiro face ao mês anterior.

• O crédito líquido à Administração Central fixou-se em 2.971,99 mil milhões AOA durante o mês de Fevereiro, um incremento de 150% comparativamente ao período homólogo.

 ESPAÇO INTERNACIONAL

• Zona Euro: A taxa de inflação homóloga referente ao mês de Março registou aumento de 1,3%, correspondendo a um incremento de 0,3 p.p. face ao mês anterior.

• China: O Índice Manufactureiro Caixin apresentou redução de 1,5 pontos no mês de Março, situando- se em 51,8 pontos.

 VISÃO ATLANTICO

• O crédito líquido à Administração Central fixou-se em 2.971,99 mil milhões AOA ao longo de Fevereiro, um incremento de 150% quando comparado ao período homólogo. O aumento do credíto poderá reflectir a necessidade de liquidez do Tesouro público, essencialmente por via da emissão de títulos do tesouros, para fazer face às necessidades de financiamento das despesas públicas, numa altura em que as receitas fiscais mantêm-se abaixo dos níveis pré-crise, tendo-se previsto para 2018, uma arrecadação de receitas na ordem dos 18,5% do PIB, 21,8 p.p. abaixo dos níveis verificados em 2013.

• A taxa de inflação homóloga referente ao mês de Março registou aumento de 1,3%, um incremento de 0,3 p.p. face ao mês anterior.

O valor registado reflecte o aumento no nível de preços dos alimentos, bebidas e tabaco, com 2,2%, energia 2,0% e serviços com 1,5%. Realcese que o actual nível de inflação situou- se abaixo da inflação target arquivo /opaís projectada para a Zona do Euro, de 2%, uma taxa que contraria os objectivos do Banco Central Europeu, que pretende reduzir os estímulos monetários a partir do segundo semestre do presente ano.

Últimas Notícias