loader

Moon e Kim têm linha telefónica

 Em 2000, as duas Coreias estabeleceram uma linha telefónica directa entre os gabinetes de ambos os chefes de Estado. A linha manteve-se activa ininterruptamente até 2008

As duas Coreias tinham prevista para ontem uma reunião para acordar o estabelecimento de uma linha telefónica directa entre o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un. Porta-vozes do gabinete presidencial da Coreia do Sul não confirmaram a hora do início do encontro nem o conteúdo detalhado da reunião que se realizaria na fronteira militarizada entre os dois países, onde irá decorrer a cimeira histórica entre os dois chefes de Estado no próximo dia 27.

Seul e Pyongyang também decidiram não revelar nenhum conteúdo de outra reunião de trabalho realizada na Quintafeira sobre o protocolo e medidas de segurança durante aquela cimeira, na qual Kim Jong-un se disponibilizou para discutir a possibilidade de terminar com o programa nuclear norte-coreano.

Na primeira cimeira entre as duas Coreias, em 2000, em Pyongyang, entre Kim Jong-il (pai de Kim Jong-un) e o Presidente sul-coreano Kim Daejung, as duas Coreias estabeleceram uma linha telefónica directa entre os gabinetes de ambos os Chefes de Estado. A linha manteve-se activa ininterruptamente até 2008, quando foi suspensa após a chegada ao poder de Seul do conservador Lee Myung-bak. Kim vai ser o primeiro dirigente norte-coreano a pisar solo da Coreia do Sul desde o fim da Guerra da Coreia (1950-53). As duas anteriores cimeiras, em 2000 e 2007, decorreram em Pyonyang.

A Coreia do Norte decidiu deixar este ano o isolamento diplomático após quase uma década de relações difíceis com os governos conservadores da Coreia do Sul e após um ano de 2017 especialmente marcado pelos testes de armamento norte-coreano e a troca de ameaças com o Presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump. A reunião dos líderes da península coreana vai anteceder o encontro histórico entre Kim

Últimas Notícias