Exaltada aposta em pequenas e médias indústrias no interior do país

O empresário José Serra defende que o desenvolvimento de Angola passará em grande medida pela criação de pequenas e médias indústrias em zonas rurais

Na óptica do empresário, com estes pequenos projectos, o quadro de investimentos e desenvolvimento do país e da província do Bengo, em particular, poderá conhecer outra dinâmica. Citado pela Angop, José Serra realçou que, a nível local, para alcançar deste desiderato é necessária a expansão de infra-estruturas ligadas ao sector da energia e águas nos pólos industriais.

“Consideramos que são serviços fundamentais que podem alavancar as pequenas e médias indústrias e, consequentemente, o aumento da arrecadação de receitas, rumo ao desenvolvimento sustentável”.

O empreendedor está convicto de que que com a energia eléctrica de média tensão será possível melhorar significativamente a produção da pequena unidade fabril instalada no futuro parque industrial das Mabubas, porque só com energia e infra-estruturas poder-se-á atrair outros empresários a investir na zona.

A energia e a água, considerou, são factores de estabilidade que podem impulsionar o surgimento de mais indústrias, bem como contribuir para o desenvolvimento de vários projectos virados para a melhoria da qualidade de vida da população”, sublinhou.

Referiu que os esforços têm sido empreendidos entre o Governo da província, e os ministérios da Indústria, e da Energia e Águas, na peerspectiva de instalar a rede de média tensão no futuro pólo industrial das Mabubas, que conta com apenas uma unidade fabril, vocacionada à fabricação de caixas e quadros eléctricos interiores e exteriores para residências.

Sobre a lei da concorrência, José Serra disse que é bem-vinda, sublinhando que se deve apostar muito mais no mercado nacional, que é extremamente importante, travando consideravelmente as importações.

Para tal, frisou o também director geral da empresa Serra & Coelho, evitando um pouco a importação de produtos fabricados no país, permitirá que os empresários tenham maior capacidade de aumentar os seus investimentos.