loader

Banco Económico e BPC lideram leilão de divisas

O Banco Económico liderou o último leilão de venda de divisas em que o Banco Nacional de Angola vendeu EUR 50 milhões à banca (menos 50% em relação a venda anterior), tendo recebido mais de EUR 6 milhões, numa sessão em que participaram 17 dos 25 bancos do país

Texto de: Hélder Caculo

Na última venda de divisas realizada Terçafeira 10, em que o Banco Nacional de Angola colocou no mercado primário o montante de EUR 50 milhões, o Banco Económico foi a instituição financeira que mais dinheiro recebeu (EUR 6,3 milhões). Seguiram-se os bancos BPC com EUR 6,2 milhões, o BIC, com EUR 6,2 milhões, o Banco Comercial do Huambo com EUR 5,4 milhões e o BAI com EUR 4,5 milhões.

Comparativamente ao leilão anterior, realizado a 5 de Abril, em que o BNA colocou no mercado o montante de EUR 100 milhões para assegurar a importação, registou-se uma redução de 50%.

O montante global (EUR 50 milhões) destinou-se à importação de matérias-primas e ao pagamento de serviços para cobertura de operações de pequenas e médias empresas. Segundo o relatório semanal do BNA sobre o mercado monetário e cambial, a taxa de câmbio média ponderada apurada Terça-feira foi de Kz 268,462 por Euro, com depreciação de 0,387%. Contribuíram para o apuramento da taxa de câmbio de referência 17 dos 25 bancos participantes, tendo a taxa mais alta sido de Kz 268,819 por euro e a mais baixa de Kz 268,097 por euro. No geral, o BNA já comercializou, no presente mês, EUR 885,9 milhões.

Os sectores dos transportes, petróleos, assim como as despesas na importação e em operações privadas (viagens, ajuda familiar, saúde, educação, salários de expatriados) foram os que mais divisas absorveram. Entretanto, a escassez de divisas no país mantém- se, causando transtornos à vida de muitos cidadãos e empresas.

Últimas Notícias