loader

Inflação com valor mais baixo de dois anos

Desde Março de 2016 que a inflação nacional não registava um valor tão baixo (20,9%). Ainda não foi no último mês que a depreciação do kwanza afectou o nível de preços, que continua na sua trajectória de descida

POR: Luís Faria

 A inflação homóloga (que compara a evolução dos preços num determinado mês com igual mês do ano anterior) situou-se em 20,9% em termos nacionais em Março, de acordo com o Índice de Preços no Consumidor do Instituto Nacional de Estatística (INE). No entanto, a variação mensal registada a nível nacional (1,44%) foi superior à verificada no mês anterior, Fevereiro, embora ainda se situe abaixo da ocorrida em Janeiro.

A inflação homóloga vem caindo em termos nacionais desde o início de 2017, com excepção da verificada no mês de Outubro, que contrariou esta tendência. As províncias que registaram um maior aumento de preços foram Cuanza Sul com 2,30%, Lunda Norte com 2,18%, Cunene com 2,13% e Namibe com 2,03%. As províncias em que se verificou uma menor variação foram Benguela com 1,33%, Huila com 1,37%, Luanda com 1,38% e Cuando Cubango com 1,42%.

Como é habitual foi a classe ‘Bens e Serviços Diversos’ com 3,20%, a que registou o maior aumento de preços. Destacam-se também os aumentos dos preços verificados nas classes: ‘Lazer, Recreação e Cultura’ com 2,30%, ‘Vestuário e Calçado’ com 1,98% e ‘Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção’ com 1,71%.

 

 

(Em actualização)

Últimas Notícias