loader

Bureau Político do MPLA apela à participação da juventude no desenvolvimento do país

O Bureau Politico do MPLA emitiu um comunicado de imprensa pela celebração ontem do 14 de Abril, Dia da Juventude angolana, no qual exorta a classe “a continuar a desempenhar o seu papel, histórico e diferenciado, em todo o processo de desenvolvimento de Angola”.

Na nota distribuída a O PAÍS, o MPLA defende a existência no país de uma juventude cada vez mais instruída do ponto de vista académico e que possua uma cultura vasta e diversificada, procurando e promovendo valores nacionais comuns, com respeito pela diferença das várias comunidades socioculturais, condição primária para o desenvolvimento da angolanidade.

O partido no poder compromete- se a continuar a promover a educação dos jovens para o amor à Pátria, o respeito dos valores e tradições do povo angolano, incentivando à cultura da democracia e dos ideais da paz, da liberdade, do trabalho e da justiça social, mediante a prática dos princípios do humanismo e da solidariedade. Neste contexto, refere que no quadro do cumprimento do seu Programa de Governo, referente ao período 2017/2022, e para proporcionar um apoio integral à juventude angolana, o MPLA continuará a promover a inserção dos jovens no mercado de trabalho, privilegiando programas e instrumentos de suporte ao primeiro emprego, ao auto-emprego e ao empreendedorismo. Para tal, continuará a valorizar programas de estágios e de formação profissional para jovens, complementado com planos da sua inserção no mercado, mediante mecanismos de avaliação periódica das necessidades de força de trabalho, nos diversos sectores públicos e privados da economia angolana.

Entretanto, a valorização dos jovens e a sua inclusão na vida económica e social do país exigirá a redefinição de prioridades e projectos do Plano Nacional de Desenvolvimento da Juventude, o que pressupõe melhorar a sua qualidade de vida, designadamente, ao nível da respectiva condição de saúde, do acesso à habitação e do seu envolvimento nos grandes objectivos da democracia participativa e do desenvolvimento de Angola. “Angola precisa de jovens saudáveis, bem preparados e com elevado espírito empreendedor, capazes de, com o seu trabalho e iniciativa, ajudá-la a crescer e a transformar-se num País onde valha a pena viver. A juventude está no centro das atenções do MPLA e apostar nela é sustentar o futuro e o progresso de Angola”, lê-se no documento. Finaliza a nota do Bureau Político do MPLA dirigindo “uma palavra de gratidão à JMPLA, a maior organização juvenil do País, pelo seu papel dinâmico, forte, coeso e aglutinador, em prol da educação patriótica de muitas gerações de jovens, que, ao longo dos anos, têm sabido servir a Pátria, com zelo e dedicação”.

Últimas Notícias