Editorial: Insustentável

O Executivo tem de começar a pensar em algum milagre. A coisa não está boa. A entrevista de Manuel Viage publicada por OPAÍS na edição de ontem, Segunda-feira, 16 de Abril, expõe a gangrena da nossa economia, do nosso tecido social.

Por: Redacção OPaís

Cem mil pessoas lançadas para o desemprego em quatro anos é mais do que assustador. Pior para um país em que as perspectivas de crescimento são quase nulas, em que a economia está estagnada e em que até a pequena economia familiar está sitiada porque não há estradas.

Já nem o feijão se vende à beira da estrada porque não há carros a passar. E estes, os camponeses, nem sequer entram nas contas da UNTA. Quantos serão? As cidades estão a ficar abarrotadas de desempregados e pobres, o caldo está a aquecer, há que inventar milagres, a pobreza nunca foi factor de estabilidade.