loader

Intoxicação alimentar mata nove pessoas da mesma família em Moçambique

Nove pessoas da mesma família morreram devido a uma intoxicação alimentar no Norte de Moçambique, anunciaram as autoridades sanitárias da província de Niassa.

O caso terá ocorrido na última semana no posto administrativo de Etatara e suspeita-se que a morte terá sido provocada por um tubérculo designado localmente por “malave”, referiu Simão Naueha, director do Serviço Distrital de Saúde de Cuamba, citado pela edição de ontem do jornal moçambicano Notícias. Seis vítimas morreram no local, outras duas morreram a caminho do Hospital Rural de Cuamba e uma perdeu a vida já durante uma intervenção médica.

Outros três membros da mesma família que consumiram o mesmo tubérculo estão fora de perigo, internados na mesma unidade de saúde. As autoridades admitem que a família terá confundido o vegetal com um outro que também é consumido habitualmente na região.

Um caso semelhante ocorrido na mesma zona em 2016 vitimou igualmente vários membros da mesma família, pelo que os serviços de saúde estão a lançar um apelo para a população fazer a devida verificação dos alimentos, antes de os ingerir.

Últimas Notícias