loader

Análise Diária: Agência de rating Fitch melhorou a perspectiva de classificação de risco de Angola

A perspectiva da agência passou de negativa para estável

POR: Atlantico

Espaço Angola

As Reservas Internacionais Líquidas referentes ao mês de Março situaram-se em USD 13,078 mil milhões, que representa um crescimento de 2,1% face ao mês de Fevereiro.  A agência de rating Fitch melhorou a perspectiva de classificação de risco do país, de negativa para estável. O novo regime cambial, o apoio do FMI e a cotação do crude, contribuíram para a decisão.

Espaço Internacional

Alemanha: A confiança do consumidor GfK para o mês Maio reduziu 0,92%, ao situar-se em 10,8 pontos, 0,1 p.p. abaixo dos níveis verificados em Abril. França: A confiança do consumidor referente ao mês de Abril registou uma ligeira melhoria, ao variar 1% face ao período homólogo, fixando-se em 101 pontos.

Visão Atlantico

A agência de rating, Fitch, melhorou a perspectiva de classificação de risco do país, de negativa para estável, mas mantém o rating da dívida soberana no nível B. A melhoria na perspectiva da dívida externa de longo prazo Long Term Foreign-Currency Issuer Default Rating, reflecte as reformas implementadas no país, como a alteração do regime cambial, o apoio do FMI, tal como o aumento do nível de preços do petróleo nos mercados internacionais.

A melhoria na perspectiva permitirá o fortalecimento da notoriedade do país junto à comunidade internacional, o que contribuí para o alívio das pressões sobre as yields nos mercados de dívida, numa altura em que o país se prepara para o lançamento da segunda emissão dos Eurobonds. • A confiança do consumidor GfK para o mês Maio reduziu 0,92%, ao situar-se em 10,8 pontos, 0,1 p.p. abaixo dos níveis verificados em Abril. A contribuir para a redução da confiança dos consumidores sobre a perspectiva da economia nos próximos doze meses está a crise na Síria e as medidas comerciais proteccionistas dos Estados Unidos da América que poderão se reflectir sobre o crescimento da economia do país. Importa destacar que para 2018, o Fundo Monetário Internacional perspectiva uma taxa de crescimento económico para Alemanha de 2,5%.

Últimas Notícias