loader

Axians Angola investe na formação profissional e equipamentos

No mercado angolano há um ano, a Axians Angola está direccionada para a transformação digital das empresas, com serviços de consultoria, designer, implementação de plataformas, manutenção e suporte

POR: Patrícia de Oliveira

As novas tecnologias ganham corpo em Angola. Atenta a estes avanços, a Axians investiu, em 2017, em equipamentos para montar um laboratório e na formação profissional. De acordo com o director-geral da Axians em Portugal, Pedro Afonso, a aposta em Angolano deveu-se ao facto de ser um mercado próspero que prevê o crescimento de muitos sectores e que necessitam de transformação digital. Segundo Pedro Afonso, a empresa vai continuar a crescer e a investir na formação dos funcionários e parceiros locais, com referência no sector de tecnologia.

“A subsidiária aposta numa equipa experiente composta por mais de 30 funcionários, um reforço do capital humano em 35%”, realçou. Com 60 clientes distribuídos em diversos sectores, a Axians Angola tem a banca como um dos sectores principais. Neste segmento, a empresa disponibiliza sistemas de dados para efectuar as aplicações. A sua carteira de clientes inclui ainda o sector financeiro e os serviços públicos, concretamente o Ministério das Finanças. Ligado ao sector de infra-esturas, transformação digital, o grupo Vinci Energies dedicado às Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) adapta as soluções digitais de acordo com as necessidades dos países aonde estão presentes.

O grupo apresentou um volume de negócios superior a EUR 2 mil milhões em 2017. Especializada em telecomunicações, infra-estuturas, cloud e datacenters, enterprise networks, digital workspace, e cybersecurity, a Axians está presente em 22 países, e representam mais de 20% da facturação do grupo Vinci Energies, que registou um crescimento acima de 10% no ano passado face ao período homologo.

Últimas Notícias