loader

Editorial: Continuidade, felizmente

Angola, com um novo Presidente da República, não alterou a sua postura e a sua política quer na região da SADC, quer no continente africano. A prova vem da forma como o país lida com a situação no Lesotho, dentro da organização regional, e com a da República Democrática do Congo. Angola voltou a organizar, em Luanda, uma Cimeira envolvendo os países interessados. Ou seja, Angola continua interessada na promoção da paz nesta região do continente. Se há coisas que definem a importância e a grandeza de um país, a firmeza na defesa dos seus interesses estratégicos na arena internacional é uma delas. Os pares devem saber com quem lidam, com o que podem contar. Uma coisa é política interna, volúvel, como em toda a parte, outra é a definição de desígnios como nação entre as nações.

Últimas Notícias