loader

Nova geração de arquitectos ‘dá solução’ ao Campus Universitário

O Departamento de Arquitectura da Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto apresenta, hoje, os projectos de licenciatura da 30ª geração de arquitectos daquela universidade, estes que trazem projectos de urbanismo e arquitectura para o Distrito Urbano da Cidade Universitária, município de Talatona. Segundo uma nota enviada ao OPAÍS, o departamento de arquitectura da UAN aceitou o desafio de elaborar um projecto académico naquele distrito urbano, visando melhorar a sua estrutura urbanística, equilibrar os serviços necessários, bem como os aspectos ambientais e climáticos, e garantir um bom funcionamento da sua estrutura. O projecto beneficiará 60.000 estudantes e uma população de 19.036 habitantes para o Bairro Progresso, zona adjacente ao Campus Universitário, até ao ano 2050. Esta projecção resultou na subdivisão do Campus Universitário em 5 Micro-Distritos, mantendo as estruturas existentes em termos de edificações. Constam no “Projecto de Urbanismo”, as propostas de requalificação urbana do Micro- Distrito Progresso e a projecção urbanística dos Micro-Distritos do ponto de vista científico, académico, habitacional e agrícola para as investigações. No que diz respeito à arquitectura, foram elaborados projectos e serviços de ensino, assistência social, saúde, habitação (lar de estudantes e habitações para funcionários), cultura, serviços administrativos, comércio, hotelaria, turismo e restauração, serviços integrados, desporto, estação rodoviária e BRT, entre outros.

Últimas Notícias