loader

União Europeia disponibiliza 30 milhões de euros para programas de Saúde

A representante da União Europeia em Angola para a saúde e nutrição, Karmen LL ovenes, anunciou que a sua instituição vai financiar o programa do sector da Saúde com um valor de trinta milhões de euros

POR: Maria Custódia

O anúncio foi feito quando intervia ontem, em Luanda, na ocasião da apresentação dos Planos Provinciais de Desenvolvimento dos Recursos Humanos do Ministério da Saúde. O montante servirá para melhorar os serviços de saúde em cinco províncias do país (Benguela, Luanda, Huíla, Bié e Huambo). Entretanto, durante a apresentação do projecto denominado “Peritos do Programa de Apoio ao Sector da Saúde (PASS II)”, referiu-se que nessas províncias verifica-se uma carência de médicos e de enfermeiros qualificados.

O dado foi revelado pela perita principal do programa (PASS II), Generosa do Nascimento, que sublinhou a necessidade de uma resposta para colmatar a situação. Estas províncias foram seleccionadas para a experiência piloto, pelo facto de representarem 58,9% da população angolana, referiu Generosa do Nascimento. A responsável assegurou que o projecto PASS II será expandido em todo país. Por sua vez, o director nacional dos Recursos Humanos do Ministério da Saúde, Óscar Isalino, reconheceu a situação, tendo apontando que ainda há muito para fazer.

O responsável referia-se à gestão dos recursos humanos nas suas várias vertentes, desde o ingresso, a gestão de carreiras, as promoções, a motivação e a formação. Garantiu que para responder às necessidades, os planos de desenvolvimento de recursos humanos serão aplicados nas unidades dos municípios e das províncias para facilitar o planeamento. Apelou para a disponibilização de ferramentas que ajudem os gestores em todo o país, para que a força de trabalho se mantenha activa e desenvolva cabalmente as suas tarefas.

Últimas Notícias