loader

Barragem de Caculo Cabaça com financiamento da Suécia

Em 2022, com a conclusão das obras, Caculo Cabaça será a maior Barragem hidroeléctrica do país.

A Agência de Crédito à Exportação Sueca (EKN) vai financiar os serviços de fiscalização para a construção da Central Hidroeléctrica de Caculo Cabaça, no rio Cuanza, com uma capacidade máxima de geração de energia prevista de 2.172 megawatts (MW). Estão neste momento a EKN e o Gamek a trabalhar nas principais questões ambientais e sociais do projecto, como a biodiversidade e impactos cumulativos no rio Cuanza, engajamento das partes interessadas e o mecanismo de reclamações, recrutamento e condições de trabalho (incluindo alojamento), potencial deslocamento económico e físico. A EKN é uma agência sueca de crédito à exportação, uma autoridade pública que garante o pagamento a empresas e bancos em transações internacionais. A EKN funciona como complemento dos seguros privados e mercados financeiros.

Dimensão de “Caculo Cabaça”

A barragem terá um descarregador de cheias frontal, com cinco vãos controlados por comportas, para um caudal dimensionado para dez mil e 20 metros cúbicos por segundo e uma descarga de fundo constituída por duas condutas de seis metros de diâmetro. Além do corpo central da barragem, existirão duas portelas, ambas na margem esquerda, que poderão ser fechadas com diques em betão com 525 metros e 192 metros de desenvolvimento e 36 metros e quatro metros de altura máxima, respectivamente.

A hidroeléctrica, que utilizará a queda disponível de 215 metros entre a albufeira e a restituição à jusante das quedas naturais de Caculo Cabaça, integrará uma central e um circuito hidráulico previstos para um caudal equipado com 1100 m3/s, repartido por quatro grupos turbina de 530 MW de potência nominal.

Últimas Notícias