loader

Catoca factura USD 40 milhões

A Sociedade Mineira de Catoca (SMC), maior empresa diamantífera do país e a quarta no mundo, facturou de Janeiro à presente data, USD 40 milhões.

A revelação é do director- geral da sociedade, Sergei Amelin. O gestor declarou em conferência de imprensa alusiva ao Dia do Mineiro, que ontem (27) se assinalou, que no período em análise foram produzidos dois milhões e 200 mil quilates de diamantes. Salientou que os resultados alcançados até ao momento são satisfatórios, e que a empresa vai continuar a trabalhar para atingir as metas preconizadas – produzir cerca de sete milhões de quilates de diamantes nas duas minas (central e CATE- 42) este ano.

Para tal, disse que o aproveitamento das tecnologias disponíveis em Catoca, a motivação dos trabalhadores para a elevação do seu desempenho, por via do incremento salarial dos funcionários que se destacaram, a promoção de acções estratégicas de formação, será indispensável para o alcance deste objectivo. A redução dos custos operacionais e específicos, a implementação contínua de estratégias que visam o aumento da produtividade são, entre outros, os desafios da empresa no presente ano económico.

Por outro lado, referiu que o preço de diamantes no mercado internacional continua estável e pode registar melhorias nos próximos tempos, com o encerramento de uma das maiores empresas diamantíferas na Austrália, o que reduzirá 15 por cento da produção no mercado, o que será positivo para Catoca, porque vai aproveitar aumentar a sua oferta. A Sociedade Mineira de Catoca é uma empresa angolana de prospecção, exploração, recuperação e comercialização de diamantes.

Últimas Notícias