loader

Standard Bank lucra Kz 17 mil milhões mas regista queda nos depósitos

O Standard Bank Angola obteve um crescimento de 116% no seu resultado líquido, passando de Kz 7 mil milhões em 2016 para Kz 17 mil milhões em 2017. Entretanto, o banco recebeu poucos depósitos

Texto de: Hélder Caculo

Em 2017, o Standard Bank de Angola focouse na remuneração aos accionistas, tendo atingindo um ROE de 60%. Por outro lado, dedicou-se à manutenção e crescimento do nível de depósitos durante ano transato, o que resultou num crescimento do produto bancário de 53% face a 2016, suportado pelo crescimento significativo da margem financeira em 78%. Em relação ao volume de depósitos, o STB registou um decréscimo.

O banco justifica a queda com o comportamento dos clientes, que utilizaram a sua liquidez em kwanzas para a aquisição de dívida pública (maioritariamente indexada ao USD), com o intuito de se protegerem da desvalorização da moeda nacional prevista para o início do exercício 2018. “Esta redução do nível de depósitos é compensada pelo crescimento do saldo de títulos indexados sob custódia do Banco, que apresentou um aumento de 116% quando comparado com o ano passado, situando-se nos Kz 232 milhões”.

Embora o crédito líquido tenha decrescido 30% face ao valor registado em 2016, o banco afirma que a rentabilidade dos seus activos aumentou de 2% para 5%.

A estrutura financeira do STB revelou uma elevada solidez. Com efeito, o rácio de solvabilidade atingiu em 2017 um valor de 33%, apresentado um crescimento de 24% face a 2016, valor superior ao limite exigido pelo BNA (10%).

O Standard Bank de Angola iniciou a sua actividade operacional no país a 27 de Setembro de 2010. Conta com um capital social de USD 100 milhões. São accionistas do banco o Standard Bank Group Limited, e a AAA Activos Limitada, com 51% e 49% respectivamente.

Actualmente conta com 18 agências nas províncias de Cabinda, Luanda, Cuanza-Sul, Benguela, Huíla, Huambo e Namibe.

Últimas Notícias