loader

Nova fábrica de sacos vai produzir 1200 toneladas por ano

O investimento do Grupo IMEX permitiu a criação de 55 novos postos de trabalho, 51 dos quais para nacionais e quatro para expatriados. A fábrica produzirá acima de 100 mil sacos por dia

Texto de: Borges Figueira

Uma fábrica com capacidade de produzção acima das 1.200 toneladas de sacos de ráfia/ano, com um investimento orçado em USD quatro milhões, foi inaugura na semana última, no município de Catete, em Luanda, pela ministra da Indústria, Bernarda Martins. A nova unidade fabril do grupo IMEX Industria foi construída numa área de 3.500 metros quadrados e conta com uma produção diária de 100 mil sacos, correspondente a 1200 toneladas/ ano e a 25 milhões de sacos diversos.

O investimento permitiu criar 55 novos postos de trabalho, 51 dos quais para nacionais e quatro destinados a expatriados. A fábrica vocacionada para a produção de sacos de ráfia para embalar fubas de milho e de mandioca, farinha de trigo, cimento e cimento cola entre outros produtos para 25, 50 e 150 quilogramas respectivamente, que vão abastecer diferentes sectores da indústria e da agricultura.

Segundo a ministra da Indústria, Bernarda Martins, a unidade fabril constitui uma mais-valia, pois até ao momento não havia uma unidade para o efeito. A fábrica está vocacionada à produção sacos de ráfia, que servem para embalar produtos diversos com destaque para os gerados pela agroindústria, como sendo as farinhas e os grãos, além do arroz, o milho e o feijão.

Os sacos servirão igualmente para embalar todo o tipo de cimento produzido localmente. “Esta indústria propôs-se produzir 25 milhões de sacos por ano, que permitirão resolver muitos problemas que tínhamos. Ficamos ainda satisfeitos ao saber que os responsáveis da unidade fabril tencionam aumentar, dentro de um ano, a produção para 100 milhões de embalagens”, revelou.

Segundo ainda Bernarda Martins, as políticas do Executivo consideram o sector de embalagem como prioritário, atendendo que todo o tipo de actividade industrial e produtiva carece de sacos desta natureza, como de cartão e de vidro.

“O Executivo tem feito tudo para apoiar os industriais que se dedicam a este tipo de actividade. A entrada desta unidade em funcionamento vai certamente poupar muitas divisas que serão alocadas a outros sectores de que tanto necessitam”, considerou.

Uma produção variada

A IMEX é uma empresa angolana fundada em 2003, especializada no fabrico de produtos de rotomoldagem em material de polietileno, tubos de PVC, PEAD, da marca Hipo, bem como colchões de espuma e molas, almofadas e edredões.

Últimas Notícias