Angola e Namíbia reforçam parceria de protecção ambiental

As Repúblicas de Angola e da Namíbia rubricaram na noite de quinta-feira, na capital namibiana, um acordo de preservação ambiental duma área contínua que liga os respectivos países.

No quadro deste acordo, assinado no âmbito da visita que o Presidente João Lourenço efectua a esse país, serão realizadas acções conjuntas nas áreas dos parques nacionais do Yona e dos esqueletos, para a preservação do deserto do Namibe.

Nessas áreas residem algumas comunidades cujas actividades sócio económicas se revertem fundamentalmente para as de âmbito ecológico.

Rubricaram o acordo, os ministros do Ambiente de Angola e da Namíbia, designadamente Paula Francisco Coelho e Pohamba Shifeta, na presença dos presidentes João Lourenço e Hage Geingob.

A ministra angolana do Ambiente esclareceu que o projecto, já em curso, advém de um protocolo de cooperação que já foi aprovado pela Assembleia Nacional.

Lembrou que Angola terminou, recentemente, um projecto de preparação de condições de apetrechamento das infra-estruturas do parque nacional do Yona e capacitação dos respectivos fiscais.

Fez saber que as associações de defesa do meio ambiente dos dois países também se encontram inseridas neste projecto, e são elas que têm estado a identificar as áreas que podem ser implantadas em algumas caravanas dentro dos parques nacionais.

A viagem do Chefe de Estado e do Executivo à Namíbia resulta de um convite endereçado pelo seu homólogo daquele país vizinho, Hage Geingob.

O Estadista angolano, que se faz acompanhar da Primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, de quadros seniores do seu Gabinete, ministro e dos governadores do Namibe, Huíla e Cunene, participa esta sexta-feira nas festividades dos 40 anos do massacre de Cassinga, em homenagem às centenas de namibianos e angolanos que perderam a vida num campo de refugiados.

Em Windhoek, o Presidente da República, que manteve um encontro com o seu homólogo Hage Geingob, com quem passou em revista o estado das relações bilaterais e questões de interesse regional e internacional, é condecorado hoje com a Medalha da Ordem mais Alta da Namíbia.

Entre a Angola e a Namíbia existem acordos de cooperação em diversos domínios, destacando-se o acordo sobre isenção de vistos, o acordo no domínio da defesa, da indústria, comércio, energia, pescas, obras públicas, transportes aéreos e rodoviários e turismo.

A mais activa cooperação entre os dois países verifica-se na área de defesa e segurança. Angola e a Namíbia assinaram mesmo um Acordo de Defesa Mútua.

A concertação política e diplomática a nível de organizações internacionais e regionais ganhou também expressão quando os Governos de Angola e da Namíbia assinaram o Memorando sobre consultas diplomáticas, em 2009.

Em Outubro de 2005 os dois países assinaram o acordo sobre a isenção de vistos em passaportes diplomáticos, de serviço e ordinários, que facilita aos cidadãos angolanos e namibianos as deslocações para cada um dos dois Estados e melhorou as oportunidades de comércio e turismo entre os dois países.