loader

TPA e Rádio Luanda lideram audiência na capital

Os dados apresentados pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, em alusão ao Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, dizem respeito a um inquérito realizado nos três primeiros meses de 2018

POR: Milton Manaça

A Televisão Pública de Angola (TPA) e a Rádio Luanda lideram a preferência dos citadinos da capital, segundo um estudo divulgado ontem em Luanda, pelo investigador Supriano Dembe, do Departamento de Comunicação Social da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto. O estudo, baseou-se num inquérito a 1559 pessoas maiores de 18 anos, em que foram ouvidas 53% mulheres e 47% homens com a opção de escolher até três órgãos da província. Segundo o investigador, que não segmentou os períodos de audiência, nem a distribuição por municípios, a Rádio Luanda se destaca nas opções dos ouvintes pelos conteúdos de cariz social que tem levado ao público, principalmente no seu programa matinal Kiandando.

Já a TPA começou a crescer progressivamente na pré-campanha e campanha eleitoral do ano passado. O estudo foi realizado em todas os municípios de Luanda e contou com a participação dos estudantes finalistas do curso de Comunicação Social da referida instituição de ensino. Que órgão de comunicação preferem os luandenses para serem informados? Foi a pergunta que norteou o inquérito aos cidadãos com a margem de erro de 2%.

No inquérito, a TPA aparece com 11% das preferências e a Rádio Luanda com 10%. Na imprensa, sem contar com os portais e agências de notícias, o Jornal de Angola foi o diário escolhido pela população neste período, também com 10%. Refira-se ainda que no estudo de Setembro de 2016, a TV Zimbo aparecia a frente com 17% e a Rádio Despertar com 11%. Mas em Outubro de 2017 a estação pública de televisão já liderava com 21% e a Rádio Nacional 14 %. A investigação sobre públicos e consumos de media em Luanda realizou-se em alusão ao Dia Mundial da Liberdade de Imprensa assinalado ontem. As posições de outras rádios e jornais não foram apresentadas.

Últimas Notícias