loader

Arroz com peixe frito do partido único

Recebi uma mensagem com uma sugestão de ementa com esta sugestão curiosa: “arroz com peixe frito do partido único”.

POR: José Kaliengue

E depois acrescentava: “do tempo em que se viajava para a Europa com o preço de uma grade de cerveja”. Tenho um pouco esta memória, de umas férias, num restaurante no Kinaxixi, com o meu primo Gegé e uns amigos, entre eles o Agostinho (são uma espécie de kambas de sempre). Eu puto e eles kotas. Eu com um prato de arroz com peixe frito. O peixe era saboroso. Eles com os copos reco-reco de cerveja, cada prato dava direito a três ou quatro copos. Beberam uns quantos na minha conta. Mas que o peixe era bom, lá isso era. A mensagem que eu recebi propõe o tal “peixe frito do partido único” com arroz e também com molho de escabeche e massa com feijão (é um sofrimento escrever isto agora, são quase 17 horas e estou cheio de fome, ainda não almocei). O tempo foi e esquecemo-nos dele, tal como o califebeu e muitos outros pratos de “recurso” do tempo da guerra. Pois, alguém que se dedique a recuperar as receitas ficará rico. Alguns dos pratos mais famosos do mundo nasceram de tempos duros: Cataplana de Cabrito, Tripas à moda do Porto, Coq au Vin, etc. E aqui há muitos do partido único. Na huíla comi um lombi chamado Costinha… saboroso.

Últimas Notícias