loader

Polémica: Roman Polanski e Bill Cosby são expulsos da Academia

Polanski foi acusado de ter estuprado uma jovem de 13 anos de idade nos anos 1970 e, no final do ano passado, novas acusações contra ele vieram à tona. Cosby, por sua vez, é acusado de estupro e assédio sexual por ao menos 60 mulheres.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou, Quinta-feira (3), a expulsão do cineasta Roman Polanski e do actor Bill Cosby do quadro de membros, de acordo com o Hollywood Repórter. A decisão foi tomada com base no novo código de conduta da organização, criado após a série de denúncias sexuais envolvendo o produtor Harvey Weinstein. Em nota pública, os membros da organização declararam: “o Conselho continua a encorajar os padrões éticos que exigem que os membros respeitem os valores da Academia quanto ao respeito à dignidade humana.”

Polanski foi acusado de estuprar uma garota de 13 anos de idade nos anos 1970 e, no final do ano passado, novas acusações contra si vieram à tona. Indicado cinco vezes ao Oscar, o cineasta não deve perder a estatueta conquistada em 2003 pelo filme O Pianista. Cosby, por sua vez, é acusado de estupro e assédio sexual por 60 mulheres no mínimo. Na passada Quinta-feira (26) foi condenado por atentado ao pudor agravado num caso de 2004, no qual teria drogado e estuprado uma mulher de 31 anos.

Assédio sexual em Hollywood

2017 foi marcado por uma alta de denúncias, iniciadas com acusações contra o produtor Harvey Weinstein. Este, foi demitido da sua empresa, a The Weinsten Company, e da Academia dos Óscar’s, que após este caso pretende adoptar um novo código de conduta. Weinstein também foi banido, em definitivo, do Sindicato dos Produtores. Acto contínuo, vários outros casos vieram à tona, incluindo o de Kevin Spacey, que foi demitido da série “House of Cards”. No início de 2018, várias artistas de Hollywood se uniramao grupo Time’s Up, que pretende combater o assédio na indústria cinematográfica e em demais locais de trabalho.

Últimas Notícias