loader

Estratégia da OPEP fixa preço do Brent acima dos 70 USD

O Brent chegou a superou o patamar dos USD 75. Esta animação é resultado da estratégia da OPEP que consiste na redução da quantidade de petróleo no mercado

O preço do barril de petróleo Brent, referência das exportações de Angola, para entrega em Julho, encerrou na Sexta-feira, no mercado de futuros de Londres em alta de 0,35%, para os USD 73,62. O crude do Mar do Norte, terminou a sessão no International Exchange Futures a cotar 26 cêntimos acima dos USD 73,36 com que fechou as transações na Quarta-feira.

O resultado dos esforços da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP)para reduzir a quantidade de petróleo que há no mercado, e com isso animar os preços da matéria-prima, está à vista. As cotações estão a subir nos mercados internacionais.

O Brent chegou a ultrapassar a barreira dos USD 75. “Os preços estão a ser animados pela redução da oferta devido a perturbações da produção na Venezuela e ao acordo da OPEP e da Rússia para reduzirem” a produção de petróleo, afirmou Carsten Fritsch, analista do Commerzbank, à Reuters. Neste contexto, o Brent, negociado em Londres e que serve de referência para as exportações angolanas, está a subir 0,8% para USD 74,77.

Chegou a um máximo de USD 75,27 durante a sessão. O WTI, negociado em Nova Iorque, seguiu em alta de 0,19% para USD 68,77. Os preços do petróleo começaram a recuperar em 2016 depois de a OPEP e a Rússia terem assumido a gestão do mercado petrolífero.

Mais tarde, o acordo entre os países produtores, assinado em Janeiro de 2017, deu um novo impulso às cotações, isto em conjunto com uma queda significativa da produção na Venezuela.

Os investidores aguardam agora pela decisão dos EUA, que será tomada até 12 de Maio. Em causa pode estar a desistência de um acordo nuclear com o Irão e a possibilidade de os norte americanos virem novamente a impor sanções contra o terceiro maior produtor da OPEP, o que vai diminuir a oferta global.

Últimas Notícias