loader

Emissão de dívida de Angola surpreende pela positiva – BPI

A unidade de estudos económicos do Banco Português de Investimento (BPI) considera que a emissão de dívida pública de Angola foi um passo histórico para o alargamento da curva de maturidades, surpreendendo pela positiva. Num comentário enviado aos investidores, citado pela agência Lusa, o BPI escreve que “a emissão a 30 anos se trata de um passo histórico para o alargamento da curva de maturidades angolana, surpreendendo pela positiva, já que a expectativa central era de que fosse apenas emitida dívida a 10 anos”. Angola colocou no mercado de títulos de dívida soberana três mil milhões de dólares norteamericanos em Eurobonds, depois de o ter feito, pela primeira vez, em 2015, altura em que disponibilizou mil e quinhentos milhões de dólares em Eurobonds, com uma maturidade de 10 anos. Esta emissão foi dividida em duas partes, sendo uma parcela com maturidade de 10 anos, com um valor nominal de 1,75 mil milhões de dólares dos Estados Unidos, com uma taxa de juro do cupão fixada em 8.25 porcento. A segunda parcela tem maturidade de 30 anos, com um valor nominal de 1,25 mil milhões de dólares dos Estados Unidos, com uma taxa de juro do cupão fixada em 9,375 porcento.

Últimas Notícias