loader

Editorial: Vinte vinte e dois

Bornito de Sousa, o vice-presidente da República deu, ontem, uma boa notícia. Em 2018 a fatia para a Educação do Orçamento Geral do Estado deverá atingir os vinte por cento. Pode-se dizer que este pronunciamento é semelhante a uma inundação de luz no futuro. E veio em boa hora, numa altura em que muito se debate sobre a qualidade da educação no país. Ficou bem o vice-presidente ter dado esta notícia em pleno Encontro Nacional da Educação, pois é mais que sabido, ele é um homem apaixonado por estes assuntos, não havia como fugir à sua ligação à academia. Era inevitável este progresso, não pelo debate e críticas actuais, mas sobretudo pela exigência do futuro do país, da democracia, da independência. Depois da reconstrução e construção de novas escolas, apesar de insuficientes ainda, e da multiplicação do número de alunos, é, de facto, a hora da qualidade.

Últimas Notícias