loader

Fiéis ajudaram na tentativa de roubo de 13 milhões de kz da igreja universal

Dois fiéis terão dado informações a quatro cidadãos de nacionalidade angolana para um roubo, que veio a ser frustrado, de 13 milhões de Kwanzas, da Igreja Universal do Reino de Deus, Templo da Cidade do Kilamba, em Luanda.

A Polícia está no encalço de dois fugitivos Segundo o director de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior, Mateus Rodrigues, durante a conferência de imprensa para apresentação do balanço operacional da Polícia de Luanda, os quatro cidadãos que pretendiam materializar o roubo já têm passagem pela Polícia, pelo mesmo crime, e tentavam roubar 13 milhões de Kz, no dia 06 de Maio, no Templo da Cidade do Kilamba.

“Para o crime, os acusados usaram uma arma de fogo do tipo AKM, cano serrado, e uma viatura de marca Hyundai Tucson. Importa frisar que o roubo contou com a participação de dois obreiros da Igreja Universal que forneceram informações sobre a existência e movimentação de valores.

Diligências prosseguem para a captura dos prófugos”, referiu. Ainda na mesma operação, 12 cidadãos foram detidos por supostamente terem cometido crimes de homicídio voluntário, nos territórios do Cazenga, Kilamba Kiaxi, Rangel, Icolo e Bengo, Viana e Talatona.

Destaca-se, nos crimes de homicídio voluntário, o que ocorreu no dia 4, no município do Icolo e Bengo, comuna do Bom Jesus, em que um cidadão nacional de 20 anos esfaqueou até à morte um cidadão de nacionalidade chinesa, de 60 anos, cujo móbil foi o roubo do telefone e outros pertences.

Acerca de delitos que vitimaram chineses não é tudo. No distrito do Rangel, a 24 de Abril, foram detidos dois cidadãos, ambos de 25 anos de idade, por disparo de arma de fogo, do tipo AKM, cuja vítima foi um cidadão de nacionalidade chinesa. O chinês foi surpreendido na sua viatura Mitsubishi Pajero, tendo-lhe subtraído a pasta de documentos e dinheiro, e, por fim, dispararam contra o mesmo.

Últimas Notícias