loader

Defendida reabilitação urgente do Hospital Central do Lubango

Em causa está o elevado grau de deterioração que a estrutura apresenta e a inoperância de alguns equipamentos, entre os quais elevadores e aparelhos de Raio X

POR: João Katombela, no Lubango

A quarta reunião ordinária do Comité Provincial do MPLA na Huíla, decorrida nesta Quinta- feira,10, no Lubango, recomendou a reabilitação urgente do Hospital Central Doutor António Agostinho Neto. Segundo o comunicado final, lido pelo secretário para a informação, Augusto Veloso, a necessidade surge em consequência do elevado grau de deterioração que o hospital apresenta. A degradação deste imponente equipamento social traduz-se na inoperância dos elevadores, falta de materiais para o funcionamento do aparelho de Raio X, cuja situação, sobretudo a última, obriga os pacientes que necessitam destes serviços a recorrerem aos seus próprios telemóveis.

O mau estado da estrutura física do hospital, reinaugurado em 2012 pelo então Presidente da República, José Eduardo dos Santos, denuncia o trabalho paliativo que foi feito na época. Para se reverter o quadro, o partido governante diz ser necessária a adopção de uma política virada para a captação de recursos financeiros visando a recuperação total do Hospital Central do Lubango, que atende as províncias do Cunene, Namibe e Huíla. “Esta reunião extraordinária recomenda que se encontre junto do Executivo central forma de financiamento para a reabilitação do Hospital Central do Lubango, dado que aquela importante infra-estrutura hospitalar encontra-se em estado progressivo de degradação”, disse Augusto Veloso.

Situação interna do Partido

Por outro lado, o encontro serviu ainda para avaliar a situação interna do próprio partido e a situação socioeconómica da província, assim como a reactivação rápida dos funcionários públicos que ficaram fora da folha salarial desde o mês de Abril último. No que toca o fornecimento dos serviços sociais básicos, este encontro orientou a retomada do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza. No domínio da administração local do Estado, a reunião recomendou a retomada de acções do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, tão logo que a situação financeira o permita.

Mais comunicação

O coordenador do Grupo de Acompanhamento do MPLA (GA) para a província da Huíla, Higino Carneiro, aconselhou o governador João Marcelino Typingue a mandar divulgar todas as realizações do Executivo local. “Nos últimos tempos têm surgido muitas informações segundo as quais o Governo Provincial da Huíla não está a fazer nada, não está a trabalhar”, revelou o político. Reforçou ser necessário que o governador seja mais comunicativo e explique aos habitantes da província as acções e obras do Governo em execução”.

Últimas Notícias