loader

Presidente angolano reitera vontade de cooperação com Portugal

O Presidente da República, João Lourenço, reiterou ontem, na sua conta do Twitter, a vontade de seguir em frente com a cooperação entre Angola e Portugal.

“Conversei na manhã de hoje (ontem) com o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, na sequência da decisão do Tribunal da Relação de Lisboa”, escreve João Lourenço, que aproveitou o momento para felicitar o homólogo luso pelo “feliz desfecho” do caso Manuel Vicente.

Quinta-feira, o Tribunal da Relação de Lisboa decidiu enviar para Angola o processo do ex-vice-presidente angolano, Manuel Domingos Vicente. O Tribunal de Relação de Lisboa é um tribunal superior português, sediado na capital portuguesa, competente para julgar, em segunda instância, recursos das decisões dos tribunais de Comarca da sua área de jurisdição. A decisão do Tribunal da Relação de Lisboa responde a uma exigência de Angola, cujo Presidente, João Lourenço, condicionara, a 8 de Janeiro último, a normalização das relações entre os dois países à transferência do processo para Luanda.

Vicente fora acusado em Portugal do crime de “corrupção activa” de um magistrado do Ministério Público, Orlando Figueira, que está a agora a ser julgado num processo em separado. Na Quinta-feira, o Presidente e o primeiro-ministro de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa, respectivamente, já haviam saudado a decisão do tribunal, que inaugura uma nova era nas relações entre os dois países. Ainda ontem, em comunicado, a Casa Civil do Presidente da República confirmou a “conversa telefónica”, ocasião aproveitada pelos dois estadistas para felicitação mútua no “desfecho positivo” do caso Manuel Vicente.

Últimas Notícias