loader

BPC disponibiliza acima de USD 2 milhões para pequenas empresas

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) tem uma linha de crédito disponível avaliada em mais de US D 2 milhões para apoiar projectos de micro, pequenas e médias empresas nacionais

Texto de: Brenda Sambo

A informação sobre a existência do dinheiro aos empresários foi avançada ontem, em Luanda, pelo director das médias e pequenas empresas do Banco de Poupança e Crédito (BPC), João Ferreira, durante a sua intervenção no Iº Seminário sobre “O papel do Banco de Poupança e Crédito (BPC) nas micro pequenas e médias empresas”.

“Atendendo as preocupações que muitos pequenos empresários vivem, actualmente, na obtenção de crédito, temos disponível uma linha de crédito avaliada em mais de USD 2 milhões para ajudar projectos dos empresários nacionais”, avançou, o alto funcionário do BPC.

O responsável explicou que, o valor do financiamento (USD 2 milhões) pode ser acrescentado segundo as necessidades objectivas. Assinalou ainda que os projectos vão receber o mesmo valor e que o prazo de reembolso será de oito anos.

Segundo João Ferreira, o financiamento está destinado principalmente aos sectores da agricultura, energia e águas, indústria, entre outros, acrescentando que os empreendedores interessados devem dirigir-se aos balcões do BPC disponíveis em todas as províncias para mais informações.

João Ferreira disse que o banco sempre prestou uma atenção especial às micro, pequenas e médias empresas, por serem os maiores geradores de emprego e riqueza no país. “Esse tipo de empresas assumem um papel muito importante na criação de mais emprego e riqueza, o que traz prosperidade para as famílias”, precisou.

BPC salário para breve Cancelado em princípios da crise que o país enfrenta, o crédito BPC salário será retomado em breve. Sem precisar datas, o responsável garantiu que já se trabalha nesse dossier.

Quanto ao encerramento de algumas agências no país, o gestor justifica que a actual conjuntura económica afectou também o banco, e para racionalizar os seus custos, algumas agências foram obrigadas a fechar portas.

Neste momento, anunciou, o BPC atravessa um processo de reestruturação destinado a melhorar a forma de atendimento aos clientes e melhorar os serviços. O evento realizado ontem, no edifício do Ministério do Comércio, contou com a presença da classe empresarial e membros do Executivo.

Últimas Notícias