loader

Míssil que abateu MH17 era do Exército russo, conclui investigação

O avião da Malaysia Airlines caiu com 298 pessoas a bordo no Leste da Ucrânia em 2014, durante o conflito entre o Exército ucraniano e os rebeldes pró—russos.

O míssil que abateu o avião da Malaysia Airlines que sobrevoava a Ucrânia no Verão de 2014 foi disparado por um sistema antiaéreo que pertencia ao Exército russo, de acordo com as conclusões de uma equipa internacional de investigadores.

O sistema de mísseis BUK, de fabrico soviético, pertencia à 53.ª Brigada Anti-Aérea do Exército russo, esclareceu o porta-voz da equipa liderada pela Holanda, Wilbert Paulissen, durante uma conferência de imprensa esta quinta-feira. Depois do derrube do avião, o aparelho voltou a atravessar a fronteira para a Rússia.

 

Últimas Notícias