loader

Primeiro Ministro italiano demite-se

Quatro dias depois de ser nomeado, o  Primeiro-Ministro Giuseppe Conte demitiu—se por não conseguir formar governo.

O presidente Sergio Mattarella tinha-lhe pedido para formar um Governo, mas Conte não conseguiu e este domingo, após uma reunião com o presidente, anunciou que não seguirá no cargo.

Giuseppe Conte chegou a esta decisão depois dos problemas que suscitaram a candidatura como ministro da Economia do eurocético Paolo Savona, de 81 anos, conhecido pelas suas posturas antieuro.

O jurista tinha aceitado, com reservas, esta tarefa de formar novo Governo, depois de os partidos Liga Norte (LN) e Movimento 5 Estrelas (M5S) terem indicado o seu nome para primeiro-ministro.

O anúncio foi feito pelo secretário-geral da Chefia de Estado, Ugo Zampetti, que leu um breve comunicado na sala de imprensa do Palácio do Quirinal, sede da presidência italiana, no qual se expressava que Conte devolvia a incumbência que tinha aceitado com algumas reservas.

A Itália volta assim à “estaca zero”, já que está há 12 semanas sem Governo e a esperança de Conte conseguir formar um, caiu por terra.

 

Últimas Notícias