loader

Angola e Suécia reforçam cooperação bilateral

Os dois países vão passar em revista a cooperação entre os dois estados. A Suécia foi um dos primeiros países a reconhecer a independência de Angola e, desde então, tem mantido fortes laços de cooperação com o governo angolano.

O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, está, desde ontem, em Estocolmo, Reino da Suécia, para uma visita oficial durante a qual prevê abordar com as autoridades deste país escandinavo, novas perspectivas de cooperação. Durante a sua estada nesta cidade, o ministro angolano deverá manter encontros com a sua homóloga sueca, Margot Wallstrom, com o ministro sueco da Energia, Ibrahim Baylan, com a directora-geral do Instituto Sueco, Anita Rembe, e com autoridades suecas anti-corrupção.

Os dois países vão passar em revista a cooperação entre os dois estados. A Suécia foi um dos primeiros países a reconhecer a independência de Angola e, desde então, tem mantido fortes laços de cooperação com o governo angolano Angola teve uma ajuda muito forte da Suécia não só durante a luta de libertação nacional, como também no período pós-independência em distintas aéreas como a pesca, saúde e apoio aos refugiados.

Entre vários projectos, o reino sueco foi o responsável pela construção do primeiro Centro de Formação de Pescas de Angola (CEFOPESCAS) e do projecto de electrificação do município dos Dembos, província do Bengo. A delegação é composta pelos directores Europa, Francisco da Cruz, do Gabinete Jurídico do Ministério das Relações Exteriores, Bento Salazar André, e altos funcionários do pelouro.

Últimas Notícias