loader

Fazenda de Santo António prevê colher 36 mil toneladas de milho

Localizada no Tari, junto à vila da Kibala, província do Cuanza Sul, a fazenda cobre uma área de 5.500 hectares destinados a um projecto agroindustrial, particularmente a produção de milho

POR: Hélder Caculo,no Cuanza Sul

Avaliado em USD 50 milhões, o investimento está virado para a produção de milho, integrando também a produção de fuba e de rações, a pecuária, a secagem e armazenagem de cereais. O administrador da fazenda, José Alexandre, afirmou a OPAÍS que como produto de duas culturas anuais, e dispondo de regadio com pivots, a extensão para a produção de milho ascende a 3.700 hectares por ano, prevendo uma produção de 36 mil toneladas. Referiu que o milho produzido na Fazenda de Santo António tem como destino a produção de rações, fuba, a silagem para bovinos e consequentemente a sua comercialização em grão.

“Abastecemos grande parte do território nacional. Os nossos principais clientes são os aviários, as fábricas de rações, de fuba e as grandes superfícies comerciais”, assinalou. O responsável avançou que a fazenda conta com uma produção de 2 mil toneladas de carne por dia. A fuba de marca Tari, que já se encontra em circulação no mercado nacional, é outro produto da Fazenda de Santo António. Segundo a administração da Fazenda, são produzidas 10 mil toneladas anuais de fuba destinadas ao mercado nacional.

No domínio das rações, os números apontam para uma produção de 15 mil toneladas por ano, sendo que 5.800 são consumidas nas explorações pecuárias de bovino, suínos e caprinos e a restante produção, superior a 9 mil toneladas, é comercializada. A Fazenda de Santo António situa-se no Tari, junto à vila de Kibala, na província do Cuanza- Sul, numa área de 5.500 hectares.

Últimas Notícias