loader

Executores de supostos marginais sob alçada da PGR

Os dois efectivos do Serviço Provincial de Investigação Criminal de Luanda que aparecem num vídeo a executar um presumível marginal foram ouvidos, na Segunda-feira, pelo Procurador-Geral de República junto desta instituição, segundo apurou OPAÍS.

O interrogatório, que começou no período da manhã, terminou a noite com a elaboração de um auto de interrogatório no qual consta a versão dos acusados sobre os reais motivos que os levaram a executar friamente a vítima, quando esta já não representava perigo de fuga ou de atentar contra as suas vidas e de outrem. Indagado sobre o assunto, o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação Provincial de Luanda do Ministério do Interior, intendente Mateus Rodrigues, confirmou que o caso já se encontra sob a alçada da PGR.

“O caso está entregue ao Ministério Público para o tratamento judicial subsequente. Temos a informar que nesta operação estamos a apresentar a viatura roubada que estes marginais utilizavam no acto em que houve o confronto com os nossos efectivos do SIC e as três armas de fogo que utilizam nos seus actos”.

Últimas Notícias