loader

Quando os Estados Unidos tentam pressionar a União Africana

Uma carta confidencial, de que a revista Jeune Afrique publicou uma cópia, mostra que os Estados Unidos pressionaram a União Africana para bloquear a implementação de um imposto sobre as importações para financiar a instituição pan-africana.

Em 2 de Maio de 2017, a Missão dos EUA, em Addis Abeba, endereçou uma carta à União Africana, confidencial até agora, mas que a Jeune Afrique obteve uma cópia, em os americanos expressam preocupação sobre o projecto de financiamento da UA por um imposto de 0,2% sobre as importações, proposto dez meses antes em Kigali.

Vamos fazer da UA a ponta de lança de uma África próspera e pacífica.

“A implementação pelos Estados- Membros deve ser consistente com as obrigações internacionais, particularmente com os acordos da Organização Mundial do Comércio”, alertam. “Estamos preocupados que a taxa só se aplique às importações de países fora da União Africana […].

Os membros da OMC devem garantir que as taxas reflectem com precisão o custo relacionados com o serviço de importação e não constitui um imposto para efeitos fiscais, um meio de protecção indirecta. “ A pressão não teve o efeito desejado, uma vez que 21 países já assinaram o acordo na Cimeira de Addis Abeba (28-29 de Janeiro).

Últimas Notícias