loader

Banda angolana de rock inicia tournée africana na próxima semana

A digressão inicia na próxima Quinta-feira, 14, estende-se até 13 de Julho, por cinco centros culturais franceses em África: Dakar, Bamako, Brazzaville, Libreville e Maputo, a única cidade de expressão portuguesa.

Segundo uma nota distribuída à imprensa, os Colectivos de Angola exibirão as peças “Firmino, roboteiro” do grupo TIC-TAC e “Os hóspedes” do Amazonas, respectivamente. “Firmino, roboteiros”, lê-se no documento, é um texto original de António Fonseca, professor e jornalista, conto extraído do livro “Primo Narciso e Outros Contos”, adaptado ao teatro por Orlando Domingos. A obra conta a história de um homem que migra do Ndombe Grande, Benguela, para Luanda e se instala no mercado Roque Santeiro, onde se desenrola a trama, colocando em palco três actores, que com uma dinâmica própria desenvolvem a performance.

Já “Os hóspedes”, é um texto de criação colectiva, encenado por Gerson Vangue (Chance) que apresenta a história de dois pacientes internados num hospital durante muito tempo e retratam o que se vive e não se vive num hospital. A peça põe em cena apenas dois actores. A participação das companhias angolanas neste certame, segundo o documento, resulta do trabalho de parceria e cooperação desenvolvido entre o FITI – Festival Internacional de Teatro de Inverno de Maputo e o FESTECA – Festival Internacional de Teatro do Cazenga, e anualmente cada um envia dois a quatro grupos de teatro para participar nos festivais.

De acordo com a nota, o FESTECA este ano vai receber quatro grupos de Moçambique, nomeadamente Nguenhá, Girassol, Grupo da ECA e Katchoro, sendo o primeiro da cidade da Beira e os outros três da capital, Maputo. Além da Tic-Tac e do Amazonas outro Grupo de teatro angolano, o Enigma Teatro, vai participar no FITI e tem espectáculo marcado para 17 de Junho, data de encerramento do festival de Moçambique. Cazenga , um dos nove municípios da província de Luanda, conta com seis distritos urbanos, Tala- Hadi, Hoji ya Henda, Cazenga, 11 de Novembro, Kima-Kieza e Kalawenda.

O Grupo

O TicTac-Teatro Amador de Ciências nasceu em Outubro de 1994, por iniciativa de um grupo de alunos que cientes da necessidade de uma maior abrangência da sua formação, criou um grupo de teatro na Fcup. As acções de formação deram rapidamente azo à vontade de apresentar o trabalho desenvolvido e, em Junho de 1995, o TicTac leva à cena “Ensaio ambiental”. Quatro anos mais tarde dá-se a ligação ao encenador Tó Maia, que ainda se mantém e que já desenvolveu nestes anos cerca de oito formações e dez peças teatrais. O TicTac conta ainda com a presença em vários festivais ao longo dos anos, tendo sempre cativado o público pela sua abordagem séria, mas irreverente, dos vários temas abordados.

Últimas Notícias