loader

Ministra reafirma compromisso para protecção de eco-sistemas marinhos

Para a ministra do Ambiente, Paula francisco, o desenvolvimento de um país fundamenta-se no trabalho conjunto para a conservação dos eco-sistemas marinhos e para a sustentabilidade económica dos mares

Paula Francisco, que falava ontem na cerimónia de encerramento da 6ª edição da Feira de Tecnologias Ambientais, indicou que o compromisso do Ministério é apoiado pelo protocolo de cooperação assinado com o sector das Pescas, que visa a gestão sustentável do mar e do oceano.

De acordo com a Angop, a titular da pasta do Ambiente realçou que o desenvolvimento de um país fundamenta-se no trabalho conjunto para a conservação dos eco-sistemas marinhos e para a sustentabilidade económica dos mares. A governante recordou que desde Março do ano em curso o seu o seu ministério realiza a apresentação do Plano Nacional de Normalização Ambiental, que surge como um elemento norteador para a elaboração das normas técnicas ambientais, para os sectores económicos estratégicos do país, em apoio e complementação às actividades do Licenciamento Ambiental.

Paula Francisco disse ainda que o plano visa sensibilizar e mobilizar os sectores económicos, potencialmente usuários de recursos naturais e o poder público, para a gestão participativa de forma a assegurar o uso múltiplo e a preservação do ambiente em Angola.

Relativamente à Feira de Tecnologias Ambientais, que decorreu de 6 a 8 do mês em curso, com a participação de 71 expositores de Angola, Brasil, Canadá e Portugal, a responsável considerou que esta deu o sustento necessário para, na prática, se observar um novo modelo de economia.

O evento abordou igualmente ciclos de palestras e mesas redondas temáticas sobre o crescimento verde e economia azul. Organizada pelo Ministério do Ambiente, em parceria com o grupo Eventos Arena, a feira aconteceu sob o lema “Promover o Crescimento Verde em todos os Sectores da Economia”.

Últimas Notícias