loader

Dirigente juvenil propõe legislação sobre problemática do consumo de álcool e drogas

O director para as políticas do Ministério da Juventude e Desportos, Kikas Machado, disse ser preocupante a situação do uso abusivo do álcool e drogas por parte dos jovens angolanos, daí a necessidade de o Executivo criar mecanismos legais com vista a mitigar o fenómeno no país

POR: José Dias

Kikas Machado disse o álcool estará em debate no fórum da juventude que vai reunir as organizações juvenis membros do Conselho Superior da Juventude, nos dias 12 e 13 deste mês, na busca de soluções para a questão. Segundo Kikas Machado, a reunião vai sugerir uma legislação sobre a problemática das drogas e o uso abusivo de bebidas alcoólicas. “É uma preocupação muito séria e todo o Executivo toma isso com muita seriedade.

Tanto é assim que existe mesmo um Instituto especializado só para a questão das drogas e do tabagismo, que é o Instituto Nacional de Luta contra as Drogas que agora transitou do Ministério da Justiça para o da Saúde e estará presente connosco para nos dar o quadro actual do país”, frisou. Serão também apontadas as medidas que o Executivo propõe para mitigar o consumo exagerado de bebidas alcoólicas e o despiste do consumo de drogas no seio da juventude pelos efeitos que estas acções acarretam.

O VI Conselho Superior da Juventude tem ainda como objectivo avaliar o grau de cumprimento do Plano Nacional de Desenvolvimento da Juventude 2014/2017 e perspectivar a projecção das acções do quinquénio 2018 – 2022. O Conselho Superior da Juventude é um órgão de consulta para as tarefas de concepção e elaboração das políticas e estratégias do Estado para a juventude e de coordenação de programas e projectos interdisciplinares que envolvem diferentes organismos do Estado e de Organizações da Sociedade Civil, visando a melhoria da qualidade de vida da juventude angolana.

Últimas Notícias