loader

Poder: Ministra da Cultura destaca papel das autoridades tradicionais

As autoridades tradicionais desempenham um papel relevante na resolução dos problemas sociais nas comunidades em que se inserem, por serem o elo entre as populações e o Executivo, afirmou Quarta-feira, em Menongue, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.

De acordo com a ministra, durante um encontro com o rei Carlos Kangandzi Mukuva V do Cuchi, as autoridades tradicionais funcionam como “os mensageiros” das comunidades, levando a mensagem sobre as principais necessidades das comunidades e as melhores vias para a sua resolução. Segundo Carolina Cerqueira, para o melhor enquadramento das acções destinadas ao desenvolvimento das comunidades, o Governo conta com a ajuda das autoridades tradicionais, porque trabalham directamente com os membros das suas comunidades.

Carolina Cerqueira adiantou que o Executivo está determinado em resolver os problemas das populações, mas para a concretização deste desiderato é necessário o empenho, entrega e sentido de Estado, solidariedade e abnegação de todos os angolanos. Por seu turno, o rei Carlos Kangandzi Mukuva V solicitou à ministra que interviesse junto dos organismos do Estado, particularmente da Educação e da Saúde, no sentido de gizarem mais acções que contribuam para o aumento da oferta nos sectores em causa. O rei afirmou que, com a construção de mais escolas, se poderá tirar ou evitar que a juventude enverede em práticas contrárias à Lei e à ordem, concentrando-se na formação académica e profissional.

Solicitou ainda a construção de uma embala que venha representar condignamente o poder da autoridade tradicional na região, valorizando, desta forma, os hábitos e costumes da província do Cuando-Cubango. A autoridade tradicional considerou, igualmente, importante que o Executivo promova acções que promovam, preservem e valorizem a cultura e os hábitos dos povos khoisan que habitam no Cuando- Cubango. Durante dois dias, a ministra da Cultura manteve encontros de trabalho com o governador, com as autoridades religiosas e tradicionais, com os quadros do sector e visitou diversas infra-estruturas culturais na província do Cuando- Cubango.

Últimas Notícias