loader

Chefe de Estado alerta para importância da ciber segurança

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, assegurou nesta terça-feira a criação de um ambiente legislativo que salvaguarde a correcta observância dos requisitos de segurança dos dados públicos e privados no uso das tecnologias de informação e comunicação.

POR: Venâncio Rodrigues

Para João Lourenço, num mundo globalizado, a ciber segurança não deve ser descurada por nenhum utilizador das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

O Presidente discursava no fórum com as tecnologias de informação e comunicação que vai decorrer até na quinta-feira, na capital angolana.

Refere que as TIC são um importante factor do desenvolvimento técnico-científico, económico, de intercâmbio cultural e união dos povos.

De igual modo, elas têm sido utilizadas para fins menos nobres e até criminosos.

Sublinhou ser dever do Estado promover e incentivar o desenvolvimento e a utilização massiva das tecnologias de informação.

Alerta os usuários, sobretudo os mais novos, dos perigos da má utilização para não lesar interesses de terceiros e evitar cair na condição de vítima.

O Presidente da República disse ser necessário perspectivar o surgimento de novos operadores, apontando para a emissão de uma licença para uma nova empresa de telefonia móvel, assim como a privatização de parte do capital da Angola Telecom.

Apela  aos jovens a ambicionar a criação e a desenvolver aplicativos para concorrer com os de outras paragens que vendem aos grandes fabricantes de computadores, tablets e telemóveis.

Fala da necessidade de se implementar um amplo programa de formação de engenheiros, programadores e técnicos de software.

O Presidente João Lourenço considera igualmente importante aumentar a teledensidade e assegurar um nível adequado do seu acesso aos lares, baixar os custos, e melhorar a fiabilidade dos serviços.

 

 

Últimas Notícias