loader

Concurso público aumenta procura do curso de pedagogia na Fubu

Em função do concurso público no sector da Educação na província de Luanda, o centro comunitário da Juventude do bairro da Fubu, município de Talatona, regista um aumento na procura do curso básico de pedagogia

POR: Stela Cambamba

A formação em pedagogia ou agregação pedagógica é um dos pressupostos básicos para o apuramento ao concurso público da Educação, principalmente para os concorrentes ao Ensino Primário. Assim, o curso de pedagogia passou a ser muito procurado, nos últimos meses, e de preferência se este for ministrado em pouco tempo. Marcelina Paula Garcia, directora interina do centro comunitário da Juventude do bairro da Fubu, município de Talatona, disse que diferente dos anos anteriores, que têm registado pouca adesão dos jovens, a instituição, este ano, regista um quadro melhor. Os jovens passaram a interessar-se mais jovens pelos serviços ali prestados. Afirmou que este ano tem recebido mais jovens na instituição devido ao anúncio do concurso público no sector da Educação, sendo que de Abril a Maio do corrente ano registaram 145 alunos formados em vários cursos, entre os quais 30 no curso de pedagogia.

A nível de Luanda são poucas as opções que os jovens que pretendem fazer formação média e superior na área da docência têm, já que apenas existem a Escola de Formação de Professores, o Magistério Primário e a Escola de Professores do Futuro (EPF) ligada a ADPP. Para agravar ainda mais a situação, algumas instituições de formação do género passaram para secundárias do IIº Ciclo, vulgarmente conhecidas por pré-universitárias ou PUNIV. Um exemplo deste facto é a Escola 28 de Agosto, localizada no bairro Futungo, município de Talatona. Ao nível superior, a província de Luanda tem apenas como instituição pública o Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED). Como alternativa, os jovens procuram os centros de formação que também são em número reduzido.

No centro da Fubu, os cursos com maior aderência são o de pedagogia, inglês e cabeleireiro, sendo que gestão de recursos humanos tem registado pouca procura. Dos cursos administrados neste centro comunitário, a sua maioria tem duração de um mês, excepto os cursos de pastelaria, culinária e electricidade, que são dois meses, cabeleireiro (quatro), educadora de infância (seis), vigilante (três) e o inglês (um ano, primeira fase). Os cursos que carecem de prática são feitas na instituição, com excepção do de educadora de infância, que são realizadas nas creches públicas e privadas, sendo que na sua maioria os finalistas acabam por ser contratados pelas instituições onde fazem as aulas prática.

Os internautas ganham espaço de lazer e trabalho

Neste ano a instituição ganhou um ponto de Internet, inaugurado pelos ministros das Telecomunicações, José Carvalho da Rocha, e a da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto. Isto aumentou consideravelmente o número de visitantes, também com a abertura do cyber, e está-se a desenvolver vários serviços no âmbito da informática. Os cursos leccionados no centro comunitário da juventude da Fubu vão são de contabilidade geral, informática, secretariado executivo, gestão de recursos humanos, inglês, vigilante de infância, atendimento ao cliente, cabeleireiro, educador de infância, caligrafia, pastelaria, decoração, culinária e electricidade básica.

Últimas Notícias