loader

Editorial: Uma questão de prioridades

A manchete de ontem deste jornal revela as razões da desconfiança que o povo tem da classe política. O Parlamento tem em mãos a questão da despenalização do aborto, assunto sério e importante, sem dúvidas, também de saúde pública, argumenta-se. Mas, paralelamente, um outro assunto, aliás, em sentido contrário, e também uma questão de saúde, está engavetado há mais de dez anos. Os deputados têm-se “recusado” a agendar e discutir a proposta de lei sobre o transplante de órgãos humanos. Num país com fracos recursos e com imensas dificuldades na assistência médica e medicamentosa, sabendo-se da viabilidade e da já rotineira prática da transferência de órgãos para salvar vidas, talvez seja esta a hora de questionar aos deputados o que consideram verdadeiramente como sendo prioritário.

Últimas Notícias