loader

Exposição: Obras do artista norte-americano Roy Lichtenstein em exposição em Lisboa

”Roy Lichtenstein e a Pop Art” dá título à nova exposição apresentada no âmbito da 8ª edição do projecto “A Arte chegou ao Colombo”, mostradas em quatro secções organizadas cronologicamente

Uma exposição com 41 obras do pintor norte-americano Roy Lichtenstein, desde arte pop, paisagens e cartazes foi inaugurada ontem, no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, no âmbito de um projeto de divulgação artística.

“Roy Lichtenstein e a Pop Art” dá título à nova exposição apresentada no âmbito da 8ª edição do projecto “A Arte chegou ao Colombo”. As obras de Roy Lichtenstein (1923 -1997) são mostradas em quatro secções organizadas cronologica mente: “Pop”, “Paisagens”, “Homenagens” e “Cartazes”.

Um dos criadores do movimento Pop Art, Roy Lichtenstein, transformou imagens da cultura popular e de massas provenientes da publicidade, da banda desenhada e do quotidiano. “Crying Girl”, “Whaam!” e “As I Opened Fire” são alguns dos trabalhos mais emblemáticos do espólio do artista, que vão poder ser vistos até Setembro, no Centro Comercial Colombo.

Influenciado pela cultura de massas e pela emergente sociedade de consumo, Roy Lichtenstein foi um dos artistas mais inovadores da segunda metade do século XX, tendo atingido o maior reconhecimento na década de 1960. As suas obras constam no ‘top’ das mais valiosas vendidas em leilões de arte em todo o mundo, tendo o seu recorde atingido os 165 milhões de dólares, com a obra “Masterpiece”.

A curadoria e produção da mostra é da responsabilidade da State of the Art, e o projecto de arquitetura é da autoria da dupla de arquitetos, Diogo Aguiar e João Jesus. Sobre o projecto A iniciativa “A Arte chegou ao Colombo” foi lançada em 2011 e contou, no primeiro ano de arranque, com a parceria do Museu Colecção Berardo, na exposição dos trabalhos de quatro artistas nacionais, Joana Vasconcelos, Miguel Palma, Susana Anágua e Isaque Pinheiro.

Seguiram-se depois o Museu Nacional de Arte Antiga (2012), a exposição “Andy Warhol — Icons” (2013), a instalação interativa “The Pool”, da artista norte-americana Jen Lewin (2014), e a “A Divina Comédia de Salvador Dalí” (2015).

A praça central do Colombo recebeu ainda a exposição de fotografia Terry O’Neill — “Faces of the Stars”, e, no ano passado, “O Mundo Fantástico de Paula Rego”, que mobilizou 224.500 visitantes, em três meses.

Últimas Notícias